802.11ac X 802.11n

Tecnologias sem fio gerais

O que significa:

802.11 é uma linha de padrões sem fio criada pelo Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE). 802.11n é a versão antiga do WiFi, lançada em 2009. Ele superou as versões anteriores do WiFi com vários rádios, técnicas avançadas de transmissão e recebimento e a opção de usar o espectro de 5 GHz; tudo isso produz uma taxa de dados de até 600 Mbps.

O 802.11ac, apresentado em 2014, é a última geração. Ele adiciona canais mais amplos e a capacidade de utilizar até oito fluxos de dados ("fluxos espaciais") com downlink que utiliza técnicas de várias entradas e várias saídas de multiusuário (MU-MIMO) para transmissão simultânea em até quatro dispositivos. Essas são as mudanças feitas no padrão anterior que rendem uma taxa de dados máxima de mais de 3 Gbps e que será ainda maior no futuro. Também opera exclusivamente na faixa de frequência mais limpa e rica em recursos de 5 GHz.

Por que isso é importante:

A tecnologia mais antiga 802.11n agora está amplamente implantada e ainda faz um bom trabalho para muitas aplicações. Mas, se você está implantando a infraestrutura sem fio hoje, especialmente em uma implantação nova, em "terreno inexplorado", o 802.11ac é a escolha certa. Você pode ter ouvido algumas reclamações sobre os ganhos de taxa de transferência reais do 802.11ac não fazerem jus às expectativas. E às vezes isso era verdade quanto aos primeiros produtos. Mas, a segunda geração do 802.11ac, conhecida como "Wave 2", oferece grandes vantagens sobre o 802.11n, com espaço para crescimento. No entanto, para obter o máximo do 802.11ac, você precisa de soluções criadas com sólidas bases sem fio, design de rádio criterioso e antenas muito boas.