Líderes Setoriais Colaboram para Ampliar Cobertura e Capacidade Celular em Prédios e Áreas de Alta Densidade

Federated Wireless, Google, Intel, Nokia, Qualcomm e Ruckus Wireless Prometem Desenvolver e Promover Soluções Usando 3.5 GHz CBRS

BARCELONA – 24 de fevereiro, 2016 – Seis líderes do setor sem fio anunciaram hoje o compromisso compartilhado de desenvolver, comercializar e promover soluções usando o Citizens Broadband Radio Service (CBRS) de 3,5 GHz nos EUA. As seis companhias - Federated Wireless, Google, Intel, Nokia, Qualcomm Incorporated e Ruckus Wireless—acreditam que a CBRS será importante para a inovação, suportando novos modelos de negócios e crescimento econômico.

Em abril passado, a Comissão Federal de Comunicação (Federal Communications Commission - FCC) dos EUA adotou regras para a CBRS, abrindo 150 MHz de espectro (3550-3700 MHz) para uso comercial. Acesso ao espectro é coordenado ativamente de acordo com a prioridade e localização granular, os reguladores podem disponibilizar espectro já alocado para novos entrantes e serviços – e, ao mesmo tempo, proteger os atuais usuários dessa banda.

As seis companhias pretendem construir um ecossistema robusto para participantes do setor e garantir a maior disponibilidade possível para soluções CBRS. Por exemplo, empresas privadas, espaços e operadoras de telefonia fixa podem implementar redes LTE de alta qualidade dentro de prédios de maneira autônoma, oferecendo serviços de roaming para qualquer assinante de telefonia móvel. As operadoras podem se beneficiar de muito mais cobertura e capacidade no novo espectro e os assinantes pode aproveitar de uma experiência consistente em banda larga móvel – especialmente em locais difíceis como áreas internas, espaços públicos e centros corporativos.

As companhias também continuarão trabalhando com o setor para desenvolver soluções CBRS e ampliar o ecossistema de 3,5 GHz. Por exemplo, as companhias estão participando dos trabalhos do Wireless Innovation Forum para desenvolver e ampliar a adoção de padrões regendo os aspectos inéditos da banda CBRS, que inclui a criação de uma interface com os sistemas centrais para coordenação de espectro, a proteção ativa de operações federais e gestão da coexistência entre os usuários da banda. As companhias pretendem realizar testes em campo para a tecnologia LTE no segundo semestre, com várias companhias demonstrando suas tecnologias CBRS durante o Mobile World Congress.

Suporte

“É um grande prazer trabalhar com outras companhias renomadas do setor sem fio, trabalhando para ajudar operadoras e outras companhias a aliviarem os desafios de espectro com mais eficiência e, ao mesmo tempo, melhorar o desempenho e capacidade de redes sem fio”, disse Sarosh Vesuna, vice-presidente sênior, desenvolvimento corporativo e alianças estratégicas da Federated Wireless.

“É um grande prazer para o Google fazer parte do grupo apoiando essa tecnologia”, disse Milo Medin, vice-presidente de acesso do Google. “A CBRS deve beneficiar todos os participantes do ecossistema sem fio, especialmente os usuários de dispositivos móveis.”

“A cobertura e capacidade celular dentro de prédios é um componente cada vez mais importante para usuários corporativos e residenciais. A Intel assumiu o compromisso de trabalhar com outras organizações do setor sem fio para contornar alguns dos desafios de administração de espectro, criando soluções que atendem às necessidades de cobertura e capacidade das operadoras e dos consumidores, oferecendo os serviços de dados que serão usados pela tecnologia 5G e além”, disse Asha Keddy, vice-presidente, grupo de próxima geração e padrões, da Intel Corporation.

“Hoje, mais de 70% do tráfego de dados móvel no mundo inteiro é gerado no ambiente interno, e a maioria das reclamações vem desses usuários”, disse Chris Stark, chefe de novos negócios para a América do Norte, da Nokia. “O setor precisa enfrentar esse problema, ampliar a capacidade de novas tecnologias e limitar possíveis gargalos em ambientes internos com a crescente capacidade de redes macro. Para a Nokia, é um grande prazer trabalhar com outros líderes do setor para desenvolver a próxima geração de cobertura e capacidade tecnológica”.

“É muito importante acelerar o desenvolvimento e implementação de soluções baseadas em LTE nas bandas de 3,5 GHz e absorver a crescente demanda por dados móveis”, disse Ed Tiedmann, vice-presidente sênior de engenharia da Qualcomm Technologies, Inc., e chefe de organizações setoriais e de padronização. “Queremos continuar a nossa colaboração com esse grupo de líderes tecnológicos e todas as outras partes interessadas do ecossistema de 3,5 GHz.”

“Estamos muito animados com essa colaboração e a oportunidade de trabalhar com líderes setoriais para ampliar a adoção de CBRS. Trabalhando em conjunto, podemos garantir a expansão de cobertura sem fio com a tecnologia CBRS, especialmente em ambientes internos onde as tecnologias de celular e Wi-Fi se sobrepõem”, disse Steve Martin, vice-presidente sênior e gerente geral de tecnologias emergentes para a Ruckus Wireless. “Os serviços LTE da CBRS representam uma oportunidade eficiente de ampliar a cobertura das operadoras móveis em ambientes internos e, com isso, aprimorar serviços para assinantes.”

Media Contacts

SOBRE A RUCKUS WIRELESS

Ruckus Wireless oferece simplesmente melhor sem fio à mais de 65.300 clientes corporativos, prestadores de serviços, governo e pequenas empresas em todo o mundo. A empresa está focada em inovação tecnológica, os ecossistemas de parceiros e atendimento ao cliente - produzindo a melhor experiência sem fio possível para os ambientes internos e externos mais desafiadores. Sua plataforma Smart Wi-Fi entrega Wi-Fi escalável e de alto desempenho com controle e gerenciamento simplificado para implantações de Wi-Fi baseados em nuvem e no local, junto com novos serviços para on-boarding seguro, gerenciamento de políticas, serviços de localização e análise que permitem novas oportunidades de negócios.

BeamFlex, ChannelFly, Dynamic PSK, Ruckus, Ruckus Wireless, SmartMesh, SmartZone e ZoneFlex são marcas comerciais da Ruckus Wireless, Inc. nos Estados Unidos e em outros países. Todos os outros nomes de produtos ou empresas podem ser marcas comerciais de seus respectivos proprietários.