OpenG

O OpenG é uma inovadora tecnologia da Ruckus capaz de melhorar substancialmente a cobertura e a capacidade móvel no interior dos edifícios. Ela utiliza espectro compartilhado na banda CBRS e permite que esses espaços implantem uma rede LTE com a simplicidade do WiFi. Trata-se de uma nova oportunidade de negócios para todos os provedores de serviço, de forma que possam oferecer a empresas e espaços públicos cobertura celular no interior de prédios (não é necessário possuir espectro!)

Veja abaixo as respostas a algumas perguntas relacionadas ao OpenG.

Comunicados de imprensa:

Líderes do setor trabalham em conjunto
Tecnologia sem fio para dentro de edifícios da Ruckus

P: Qual é o desafio à cobertura celular dentro de edifícios?
R: Os sinais de rádio macrocelular são atenuados à medida que atravessam a estrutura de um edifício, resultando em zonas mortas, nas quais não há nenhuma cobertura ou cobertura intermitente, o que cria o desafio da cobertura celular dentro do edifício. Isso resulta em desempenho celular insatisfatório e interrupção do serviço para qualquer pessoa que usa um telefone celular no edifício.

P: O que é a tecnologia OpenG?
R: A tecnologia OpenG combina recursos de espectro compartilhado coordenado, como 3,5 GHz nos EUA, com pequenas células habilitadas para host neutro a fim de permitir que os proprietários de edifícios de todos os tamanhos implantem uma cobertura celular econômica dentro dos edifícios para todas as necessidades dos clientes e funcionários. A visão da Ruckus oferece uma alternativa de rede móvel neutra significativamente mais barata e fácil de implantar do que os sistemas de antena distribuída (DAS) e de pequenas células tradicionais.

P: Por que isso é importante para o setor?
R: O setor está no meio de uma mudança considerável à medida que as tecnologias móveis (celular) e WiFi convergem. Essa convergência está assumindo várias formas, inclusive a tecnologia celular adotando atributos de WiFi (LWA, LAA), o WiFi adotando atributos da tecnologia celular (chamada por WiFi, Hotspot 2.0) e a indefinição do limite entre modelos de gerenciamento de espectro tradicionais (licenciados ou sem licença) com o novo modelo de 3,5 GHz de espectro compartilhado coordenado, adotado pela FCC nos EUA.
As empresas e os prestadores de serviços buscam soluções que ofereçam suporte aos assinantes de todas as redes móveis. Essas soluções são fáceis de implantar e oferecem um atraente custo total de propriedade (TCO), melhorando o desempenho dentro dos edifícios.

P: Como o tráfego de voz sobre WiFi funcionará com o OpenG?
R: Da mesma forma como funciona agora.

P: Isso é apenas para os EUA?
R: O OpenG é uma oportunidade global; não é só para os EUA. O Citizens Broadcast Radio Service, ou CBRS, consulta as novas regras adotadas pela FCC, abrindo 150 MHz do espectro (3.550 a 3.700 MHz) para uso comercial nos EUA. No mundo todo, os órgãos reguladores também devem adotar regras semelhantes para espectro CBRS em seus respectivos países. Eles podem usar o espectro de 3,5 GHz ou outras faixas do espectro; depende do que cada país identificou anteriormente para serviços CBRS.

P: Qual é a proposta de valor para as operadoras de telefonia móvel?
R: As operadoras obtêm uma expansão de alcance a um custo reduzido ou nulo. O OpenG corrigirá problemas de cobertura e não precisará de mudanças na rede central das operadoras.

OpenG

O que significa:

O OpenG é uma inovação tecnológica da Ruckus que melhora a cobertura e a capacidade da rede celular no interior de edifícios, onde a conexão através da cobertura por redes macro convencionais é um desafio. Ele combina novos recursos de espectro compartilhado coordenado (CSS) com tecnologias de pequenas células (small cells) para trazer conectividade celular licenciada para os espaços internos. Nos Estados Unidos, as soluções OpenG usam o espectro de 3,5 GHz de acordo com as regras do Citizens Broadcast Radio Service (CBRS) definidas pela Federal Communications Commission. A Ruckus é participante ativa de um grupo de líderes do setor de tecnologia sem fio, trabalhando para desenvolver, comercializar e promover soluções que utilizam o CBRS. (Leia o comunicado aqui.)

Por que isso é importante:

Tradicionalmente, o serviço de rede móvel celular tem duas possibilidades: os usuários se conectam a redes móveis de celular do tipo macro em ambientes externos e utilizam o WiFi em ambientes internos, onde os sinais de celular são mais fracos. Se você já esteve no meio de uma ligação e entrou em um edifício ou em um estacionamento, sabe por que isso é um grande problema. Em muitos edifícios, especialmente em novas construções, os serviços de celular que operam pelo espectro de rádio licenciado simplesmente não conseguem penetrar em todos os lugares em que os usuários precisam. Especialmente nas áreas mais profundas dos edifícios, você acaba enfrentando "zonas mortas" de cobertura celular, quedas de chamadas e usuários frustrados.

Com o surgimento da convergência de LTE-WiFi e do CSS, tudo está mudando. Soluções como o OpenG da Ruckus permitem que provedores de serviços e empresas implantem soluções de pequenas células (small cells) de "host neutro" no interior de edifícios, a fim de estender a conectividade celular para lugares que ela não alcançaria antes. O resultado: melhor cobertura em ambientes internos, usuários mais satisfeitos e novas oportunidades de negócios para serviços gerenciados sem fio.