So What’s The Ruckus About?

Ruckus delivers simply better connections. It's in our DNA. And that means the world’s leading enterprises and organizations can deliver awesome customer experiences to their end users.

We were founded June 2004, delivered our first product in September 2005 and hit one million shipments by January 2007. We quickly became known as a wireless technology innovator and grew across enterprise and carrier markets. We delivered the industry's first adaptive antenna technology to overcome RF interference on Wi-Fi networks – followed by industry-first 802.11n and 802.11ac products, certificate-based security and location-based software. In other words, we invented some awesome technology. In February 2012, we went public, and in 2016 we became a part of Brocade.

Today, Ruckus offers a complete line of high-performance access network infrastructure, including Wi-Fi controllers and access points, wired Ethernet switching and OpenG in-building cellular and small cell, combined with network security, analytics and management software, and professional services and support.

Our commitment to technology innovation is one of the bedrock values of the company. And today, we innovate across both wireless and wired technologies to meet the needs of enterprises and organizations of all stripes and sizes. With our OpenG technology, we are pioneering an ecosystem that will enable organizations to self-deploy LTE coverage in the same way they deploy Wi-Fi today. Our deep history of technical innovation means superior, dependable connections for our customers. Everywhere, all the time.

Our partner ecosystem ensures our products are readily available, whether for a small, local project or one of the world's largest.

And our unwavering focus on our customers means everything from flexibility and options to ease-of-install and management to award-winning customer support. We pride ourselves on being easy to work with and delivering value.

That's really what the ruckus is all about. High-performance, secure, reliable access to applications and services no matter how tough the environment. When connectivity really matters, organizations turn to Ruckus.

Tecnologia de antena adaptável BeamFlex

Otimização do desempenho

O que significa:

Sistemas de antenas adaptativas inteligentes e compactas com vários elementos que manipulam eletricamente as propriedades das antenas, a fim de criar padrões de antena ideais para cada dispositivo com o qual elas se comunicam.

Por que isso é importante:

Antenas sem fio tradicionais são "omnidirecionais" (irradiam sinais em todas as direções) ou "direcionais" (irradiam sinais em uma direção). A tecnologia de antena adaptativa BeamFlex da Ruckus tem uma abordagem mais adaptável. A tecnologia BeamFlex permite que o sistema de antenas em um AP da Ruckus mantenha uma capacidade sensorial e de otimização contínua para seu ambiente.

Este sistema de antenas ameniza problemas de interferência de rádio, ruído e desempenho da rede, além de melhorar os fluxos de aplicações. Os resultados:

  • Melhor desempenho e alcance
  • Comunicações por vídeo e voz extremamente claras
  • Maior eficiência energética

BeamFlex+ é um aprimoramento à tecnologia de antena adaptativa BeamFlex da Ruckus que oferece suporte adaptável a dispositivos móveis. O BeamFlex+ permite que as antenas se adaptem à orientação do dispositivo do cliente, bem como ao local.

802.11ac X 802.11n

Tecnologias sem fio gerais

O que significa:

802.11 é uma linha de padrões sem fio criada pelo Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE). 802.11n é a versão antiga do WiFi, lançada em 2009. Ele superou as versões anteriores do WiFi com vários rádios, técnicas avançadas de transmissão e recebimento e a opção de usar o espectro de 5 GHz; tudo isso produz uma taxa de dados de até 600 Mbps.

O 802.11ac, apresentado em 2014, é a última geração. Ele adiciona canais mais amplos e a capacidade de utilizar até oito fluxos de dados ("fluxos espaciais") com downlink que utiliza técnicas de várias entradas e várias saídas de multiusuário (MU-MIMO) para transmissão simultânea em até quatro dispositivos. Essas são as mudanças feitas no padrão anterior que rendem uma taxa de dados máxima de mais de 3 Gbps e que será ainda maior no futuro. Também opera exclusivamente na faixa de frequência mais limpa e rica em recursos de 5 GHz.

Por que isso é importante:

A tecnologia mais antiga 802.11n agora está amplamente implantada e ainda faz um bom trabalho para muitas aplicações. Mas, se você está implantando a infraestrutura sem fio hoje, especialmente em uma implantação nova, em "terreno inexplorado", o 802.11ac é a escolha certa. Você pode ter ouvido algumas reclamações sobre os ganhos de taxa de transferência reais do 802.11ac não fazerem jus às expectativas. E às vezes isso era verdade quanto aos primeiros produtos. Mas, a segunda geração do 802.11ac, conhecida como "Wave 2", oferece grandes vantagens sobre o 802.11n, com espaço para crescimento. No entanto, para obter o máximo do 802.11ac, você precisa de soluções criadas com sólidas bases sem fio, design de rádio criterioso e antenas muito boas.

802.11ac Wave 2

O que significa:

802.11ac Wave 2 é a mais nova versão do padrão de WiFi mais recente. Ele se baseia na tecnologia 802.11ac de primeira geração, oferecendo taxas de dados mais rápidas e a capacidade de comunicação com quatro clientes diferentes simultaneamente, ao invés de apenas um de cada vez.

Por que isso é importante:

Desde sua implantação em 2015, o 802.11ac Wave 2 tornou-se a tecnologia de WiFi favorita, com um crescimento de dois dígitos em seus dois primeiros anos após o lançamento. Com velocidades sem fio tão rápidas quanto as redes com fio ou até mais rápidas, muitas empresas agora usam esse padrão como a principal maneira de se conectar à LAN.

A Ruckus aderiu cedo ao 802.11ac, oferecendo um dos principais pontos de acesso Wave 2 e o primeiro ponto de acesso externo Wave 2 disponível comercialmente do setor. Hoje, oferecemos um dos maiores portfólios de Wave 2 do mercado. Por meio da combinação da capacidade de Wave 2 com nossos avanços tecnológicos em inteligência Smart WiFi e design de antena, estamos realizando o sonho do 802.11ac super-rápido em milhares de locais no mundo todo.

Integração de dispositivo segura e Cloudpath

Segurança e integração

O que significa:

Não estamos mais em 2005; não há nenhuma razão para que a integração de dispositivos sem fio não seja altamente segura e simples. O software Ruckus Cloudpath facilita a integração segura para empresas, órgãos governamentais e instituições educacionais.

Por que isso é importante:

Com bilhões de dispositivos sem fio e novos dispositivos chegando ao mercado a todo momento, podemos nos sentir no Velho Oeste. O Cloudpath permite integrar tanto dispositivos de propriedade do departamento de TI quanto dispositivos BYOD de modo rápido e automatizado. O Cloudpath inventou a integração de WiFi de autoatendimento em 2006 e integra milhões de dispositivos todo ano. Ele usa segurança baseada em padrões, criptografia forte e controles de política flexíveis para estender a segurança empresarial a cada dispositivo que entra na rede.

OpenG

O que significa:

O OpenG é uma inovação tecnológica da Ruckus que melhora a cobertura e a capacidade da rede celular no interior de edifícios, onde a conexão através da cobertura por redes macro convencionais é um desafio. Ele combina novos recursos de espectro compartilhado coordenado (CSS) com tecnologias de pequenas células (small cells) para trazer conectividade celular licenciada para os espaços internos. Nos Estados Unidos, as soluções OpenG usam o espectro de 3,5 GHz de acordo com as regras do Citizens Broadcast Radio Service (CBRS) definidas pela Federal Communications Commission. A Ruckus é participante ativa de um grupo de líderes do setor de tecnologia sem fio, trabalhando para desenvolver, comercializar e promover soluções que utilizam o CBRS. (Leia o comunicado aqui.)

Por que isso é importante:

Tradicionalmente, o serviço de rede móvel celular tem duas possibilidades: os usuários se conectam a redes móveis de celular do tipo macro em ambientes externos e utilizam o WiFi em ambientes internos, onde os sinais de celular são mais fracos. Se você já esteve no meio de uma ligação e entrou em um edifício ou em um estacionamento, sabe por que isso é um grande problema. Em muitos edifícios, especialmente em novas construções, os serviços de celular que operam pelo espectro de rádio licenciado simplesmente não conseguem penetrar em todos os lugares em que os usuários precisam. Especialmente nas áreas mais profundas dos edifícios, você acaba enfrentando "zonas mortas" de cobertura celular, quedas de chamadas e usuários frustrados.

Com o surgimento da convergência de LTE-WiFi e do CSS, tudo está mudando. Soluções como o OpenG da Ruckus permitem que provedores de serviços e empresas implantem soluções de pequenas células (small cells) de "host neutro" no interior de edifícios, a fim de estender a conectividade celular para lugares que ela não alcançaria antes. O resultado: melhor cobertura em ambientes internos, usuários mais satisfeitos e novas oportunidades de negócios para serviços gerenciados sem fio.